Produção da USA Networks

1ª Temporada – estréia 23 de junho de 2011, com 12 episódios.

2ª Temporada – estréia 14 de junho de 2012, com 16 episódios.

3ª Temporada – estréia 16 de julho de 2011, com 16 episódios.

4ª Temporada – estréia 11 de junho de 2014, com 16 episódios.

5ª Temporada – estréia 24 de junho de 2015, com 16 episódios.

6ª Temporada – estréia 13 de julho de 2016, com 16 episódios.

7ª Temporada – estréia 12 de julho de 2017, com 16 episódios.

8ª Temporada – estréia prevista para 18 de julho de 2018.

suits.jpg

(imagem da internet)

 

Confesso que esta é a causa do meu sumiço, porque simplesmente hibernei assistindo todas as temporadas desta série apaixonante.

E, já que estamos neste momento de confissão, também aviso que só assisti porque queria ver mais da nova duquesa, e isso tudo depois do casamento da moça. 😀

Sinopse básica: Mike é um rapaz com memória fotográfica e infância sofrida, que perdeu a chance de fazer faculdade de Direito em Harvard, e numa fuga inesperada, acaba conhecendo o top advogado Harvey Spector, que está justamente contratando um novo associado para a firma em que trabalha.

Mike convence Harvey a contratá-lo, cometendo crime de fraude, que dá cadeia lá nos states, diga-se de passagem.

Então começa a saga do jovem aprendiz de advogado e seu mestre.

Já aviso que a atual duquesa aparece pouco nos primeiros episódios, e só vai ganhando espaço depois.

Os momentos de humor são garantidos pelo rival de Harvey, Louis Litt, outro sócio da mesma firma, que tem a postura do cara bravo e grosseiro, mas sentimental e parceiro.

Donna, a secretária de Harvey, também garante bons momentos, e vai crescendo ao longo das temporadas.

O grande lance da série é a sua agilidade, pois em paralelo aos contorcionismos da dupla Mike-Harvey para ninguém descobrir seus segredos, temos as tramas dos clientes da firma, mais as disputas de poder dentro do escritório. Ufa!

A estrutura básica dos episódios é assim: usualmente Harvey tem que resolver algum problema grave de algum cliente, em paralelo alguém chega muito perto de Mike e, ao mesmo tempo, temos problemas pessoais de alguém da firma.

Usualmente, algum personagem secundário acaba falando aquela frase de efeito que ajuda a pessoa com problemas pessoais a tomar uma decisão.

Soma-se a isso, temos um Mike ligeiramente ingênuo mas sempre querendo fazer o bem, e apoiando as pessoas com problemas, e um Harvey sarcástico e sempre muito bem vestido, mulherengo e cheio de marra.

Fiquei um pouco ou talvez muito apaixonada! Desculpe-me mas essa mistura de Mr. Darcy com Hans Solo é impossível de resistir. hahahahaha

Aliás, as tiradas entre Mike e Harvey, o destempero de Louis e a onipresença de Donna garantem momentos excelentes em todos os episódios, sem exceção!

Temporadas de que mais gostei: primeira, terceira, quarta, sexta e sétima, e não é que a segunda e a quinta são ruins, apenas achei um pouco lentas. Não se engane, o ritmo é ágil, os vilões são interessantes e plausíveis, e os roteiristas tem um timing sensacional, não se alongando demais nos dilemas existenciais dos personagens.

Tudo se resolve rapidamente, mas não tão rápido assim, te fazendo assistir um episódio atrás do outro, porque a gente precisa realmente saber o que acontece na sequencia. Além disso, a trilha sonora é deliciosa desde a abertura.

Enfim, super recomendo, todas as temporadas já estão no Netflix.

As novidades para a 8ª temporada são muitas e já estão gerando controvérsia entre os fãs, pois uma nova personagem chega na firma, interpretada por Katherine Heigl e aparentemente com mais poder do que Harvey, será?

Na boa, assista!

Anúncios