Endereço:  6 Place des Vosges, 75004 Paris, França

IMG_6465

A primeira vez que fui a Paris, há mais de 10 anos, conheci esta praça que é a mais antiga da cidade, inaugurada em 1612 com a festa de celebração do matrimônio entre Luís XIII e Ana de Habsburgo.

DSCN4743
Pessoal aproveitando um tantinho de sol, mesmo com esse céu..
DSCN4742
E a Primavera começando a dar as caras

Mas fui no dia 01 de Janeiro, então tudo estava fechado, e só vim a saber deste museu quando voltei ao Brasil.

Desta vez decidi que conheceria a casa deste  grande escritor, já que Victor-Marie Hugo (1802-1885) foi um romancista, poeta, dramaturgo, ensaísta, artista, estadista e ativista pelos direitos humanos francês e, de grande atuação política em seu país.

O museu é gratuito, um dos únicos na cidade, e é lindo, aliás, vale aproveitar um pouco da praça também.

Com 127 x 140 metros, a praça está rodeada por um conjunto de 36 pavilhões de ladrilho vermelho construídos de forma simétrica. No centro da praça há um jardim repleto de tílias, decorado com algumas fontes e uma estátua equestre de Luís XIII.

No térreo dos pavilhões há cafés e diferentes lojas de arte, tudo muito elegante, mas o mais bacana é ver os franceses curtindo o sol e praça tranquilamente, junto com os turistas.

Apesar de não ser um destino dos mais procurados, recomendo muito.

Mas vamos ao Museu, pagando 5 euros, você pode usar o audio-guia que vai te explicando sobre a história do escritor tanto quanto da casa, e seus elementos.

DSCN4717DSCN4718DSCN4721DSCN4722DSCN4723DSCN4724

O escritor de “Os Miseráveis” e “Corcunda de Notre-Dame” tinha 30 anos quando se mudou para este apartamento de 280m², no segundo andar do Hotel de Rohan-Guéménée, com sua esposa Adele. E lá, eles viveram por 16 anos, entre 1832-1848.

Muitas das obras de arte e mobiliários são mesmo dele, apesar de ter sido expulso de Paris devido a seus ideais contrários ao golpe de estado de 02 de dezembro de 1851. Sendo assim, o Museu foi restaurado após a morte de Victor Hugo por amigos próximos, que foram comprando e buscando itens de quando ele vivia neste endereço.

DSCN4726DSCN4730DSCN4731DSCN4732DSCN4733DSCN4734DSCN4736DSCN4738

São inúmeras obras de arte, móveis e até mesmo um quadro retratando o homem em seu leito de morte.

DSCN4740

Mas todo o astral da casa ainda está lá e, ao olhar pela janela, é possível imaginar o escritor lendo ou mesmo olhando também pela mesma janela para os jardins da praça.

DSCN4728

Victor Hugo escreveu suas obras mais importantes neste apartamento, então pode-se imaginar a alegria de visitar a casa de um homem a frente de seu tempo, e que pôde ver em vida o sucesso e a estabilidade econômica a partir de sua arte.

DSCN4737
O busto do escritor esculpido pelo amigo Rodin

Para quem quer fugir do roteiro básico de Paris, super recomendo.