Viajar sozinha pela Europa foi um desafio auto-imposto. Era a experiência que eu queria viver.

Como seria para uma pessoa tão naturalmente solitária como eu, viajar e se virar sozinha em outro continente.

Claro que foram feitas pesquisas e me cerquei de todas as garantias possíveis.

Mas para realizar sonhos você tem que pular no precipício.

O sonho de estudar em outro país, aprender outra língua e se virar sozinha foi realizado!

Malta é um país acolhedor.

A escola – EC Malta – foi sensacional. Staff, professores e tudo o mais. Foram gentis, parceiros e me ajudaram muito.

Mas o que conta é que conheci gente do Brasil, Alemanha, Suécia e Bélgica. Além de outros que acho que to esquecendo.

Meu inglês foi improved hahahaha. E o melhor, estou tão feliz que posso explodir.

Meu último dia foi em Valleta, a capital de Malta, uma cidade apaixonante. Quero voltar, quero viver neste ambiente histórico, parceiro e ao mesmo tempo, inovador!

Um lugar em que posso encontrar uma escadinha antiguinha dentro do banheiro modernoso… 😝

Um país que tem essas baías de água transparente bem ali, na cidade mesmo. Onde pude dormir no píer junto com outros turistas e tudo bem, ouvindo o som do mar e curtindo um fim de tarde ensolarado!

Malta mudou meu pensamento e acrescentou tanto.

Vou postar muito sobre este país, foram muitos lugares incríveis e situações maravilhosas.

Mas tinha que me despedir de modo apropriado.

Agora vou para a segunda etapa da viagem.

E que mais lugares lindos venham! 🙏🏽💕😍

Agradecendo ao universo por todas as coisas boas que estão acontecendo em minha vida!

Anúncios