AS SETES IRMÃS – LIVRO 4 – A HISTÓRIA DE CECI

Lucinda Riley

Tradução: Viviane Diniz

Editora Arqueiro

São Paulo/SP  – 2017 – 1ª Edição

528 páginas

DSCN2280

Vamos a quarta irmã da Constelação das Plêiades – a chatinha Ceci.

Sacanagem começar falando mal da protagonista, mas até então, toda vez que Ceci aparecia, eu me irritava. Ela era mandona, chata e sempre bloqueando as decisões da Estrela.

Especialmente no Irmã da Sombra, temos uma visão muito forte dela, tentando controlar Estrela e quase impedindo a irmã de seguir o próprio caminho.

Então, começar esse livro foi um pouco difícil para mim, mas calma, logo fica legal.

Até o momento esta é a irmã com mais profundidade psicológica, no meu ponto de vista. Existe algo que está ali, subliminar, mas não conseguimos identificar direito o que é. O legal é que a personagem também não sabe.

Ela passa um tempão bem perdida, vivendo de migalhas, até conhecer um bonitão e se envolver com ele. Mas o bonitão tem algum segredo que não é desvendado até mais tarde.

É esse moço que começa a ajudá-la a descobrir o passado. Assim conhecemos Kitty, que mora na Escócia mas recebe uma proposta de viagem para Austrália, como acompanhante de uma senhora rica.

O livro vai mostrando Ceci e Kitty em situações extremas, com decisões difíceis a serem tomadas, e várias reviravoltas bem consistentes.

A família do passado de Ceci é confusa e sua busca a leva ao interior da Austrália, fazendo-a entrar em contato com artistas aborígenes e tudo. Kitty existiu de fato e foi uma mulher forte e decidida que venceu em um mundo de homens, na venda de pérolas, antes que os chineses inventassem o cultivo dessas preciosidades.

A autora interliga Kitty e Ceci de forma bem sutil, pois quando Kitty chega na Austrália, conhece dois irmãos e ambos se apaixonam por ela. sua história ficará interligada a eles até o fim. Ceci se envolve com Ace, mas os dois se afastam, então ela se apaixona novamente, e fica entre dois amores, por assim dizer. Mas ela assume só bem mais tarde qual é o seu verdadeiro amor.

A vida de Kitty tem muito de coragem e força, de uma mulher a frente de seu tempo, mas que decidiu fazer as próprias regras.

Durante o livro, as demais irmãs aparecem, e Estrela tem um momento bem bacana e doce com Ceci.

No fim, temos um livro bem forte e consistente. Ceci conquista aos poucos e nos mostra que primeiras impressões são difíceis de mudar, mas ela consegue.

A autora vai nos apresentando assim, não apenas as irmãs que se fortalecem ao longo do livro, mas seus antepassados também feito de mulheres fortes e decididas, com muito história real para dar consistência e sabor aos livros.

Muito curiosa pelo próximo livro, que já foi finalizado, da Tiggy!!! 🙂

O livro de Ceci vale a pena, sim!

Nota 4,5!

Anúncios