Clarissa Pinkola Estés

Tradução: Waldéa Barcellos

Editora Rocco

Rio de Janeiro/RJ  – 2007 – 1ª Edição

DSCN1507.JPG

Como o livro é pequeno e fininho – tem apenas 124 páginas, você compra bem barato na Livraria Saraiva.

Esta autora é conhecida pelos livros feministas e do universo feminino. E nada impede que os homens também o leiam, porém este livro em especial foi escrito totalmente para mulheres, de qualquer e de todas as idades.

Clarissa é psicanalista junguiana e ficou conhecida por seu primeiro livro, Mulheres que correm com lobos, onde combina mitos e histórias com análises de arquétipos e comentários psicanalíticos.

Para quem leu este primeiro livro, a escrita é ainda mais clara na busca da força interior feminina.

Enquanto em Mulheres que correm com lobos, entendemos que os contos de fadas e lendas antigas nos ensinam sobre o encontro com a Deusa feminina, e o poder da mulher enquanto geradora da vida. Neste livro pequenino temos quase uma conversa.

A própria autora inicia o livro nos chamando para uma conversa ao lado da lareira, com a louça bonita, e na poltrona mais confortável.

Há de se entender que a autora não é feminista no sentido extremo, mas sim no sentido verdadeiro da palavra, que é uma doutrina que preconiza o aprimoramento e a ampliação do papel e dos direitos das mulheres na sociedade.

Sua escrita nos leva para nossa essência primordial, aquela força feminina que encontramos em nós mesmas e também nas outras mulheres.

Ela inicia nos falando do grande arquétipo da mulher-avó, a mulher sábia que vive seus dias de forma plena. E como esse arquétipo pode ser a menina de 15 anos, a moça de 22, ou a mulher de 40 e tantos… Tanto quanto a senhora de 72.

E assim nos leva por este caminho.

Eu, que venho de uma família matriarcal, entendo e me sensibilizo com as ideias apresentadas no livro. É fácil entender que, dentro de um círculo de mulheres de várias idades, conseguimos apoio e entendimento do universo como um todo, e como somos fortes quando unidas.

Quando o conhecimento e paciência de uma se unem e se mesclam com a inocência e originalidade da outra.

Quando estas mulheres aprendem e ensinam juntas e assim caminham com sabedoria e tranquilidade por este mundo governado sim, pelos homens, porém dirigidos pela força e sabedoria que só aquelas que podem gerar a vida, têm.

Leiam! 🙂

 

 

Anúncios