Arrow – 5 temporadas, sendo 4 já disponíveis no Netflix.

Flash – 3 temporadas, 2 disponíveis

Supergirl – 2 temporadas e somente a primeira disponível.

Legends of Tomorrow – 1 temporada, ufa! também tá lá!

super-heroes-dc-comics-series.jpg
imagem da internet

Bom, tirando as duas primeiras temporadas de Arrow, que você pode assistir direto e sem dramas, quando começar a terceira, fique atento, porque aí começa a temporada do Flash, e sim, vão haver crossovers. Depois piora um pouco, porque todas estão se misturando.

Atualmente, estou assistindo Arrow-4, Flash-2, Supergirl-1 e esta semana iniciei a do Legends… Porque as referencias e as atuações entre as quatro series são constantes.

Em um outro momento eu falo sobre cada temporada, e seus altos e baixos. Também não vou dizer qual a ordem cronológica dos episódios porque tem que ser nerd pra valer e caçar na internet. Vida de viciado não é fácil 🙂

Vou falar que desde sempre DC Comics e Marvel disputam a atenção, e temos filmes de ambos, sendo que os principais da DC são os nossos queridos Batman e Superman, além da Mulher-Maravilha, que está nos cinemas encantando a galera.

Aí esses carinhas dos seriados são, tipo, o time de reserva da Liga da Justiça. Comecei a assistir o Arqueiro porque o ator é gato mesmo, e o seriado tem a dose certa de ação, armações, e vilões, também tem um tiquim de romance e bastante humor. Super recomendo.

Flash demorou a me conquistar, achava o seriado um tanto chatinho, e sem o apelo de Arrow, já que o ator é gracinha, mas não é assim uma Brastemp. Mas, a amizade entre o arqueiro e o flash, assim como o ciuminho de ambos na disputa pela menina, é bem legal de ver.

Aí entrou a Supergirl, que eu nem ia assistir, mas descobri que nas temporadas que acabaram de acabar lá nos States… Tem um super crossover (para os não iniciados: quando duas series ou mais unem suas histórias e os atores aparecem em todas) entre as quatro séries… Bom, aí eu vi que não ia ter jeito. Pra entender o que estava acontecendo, tive que assistir também.

Mais ou menos como no universo Marvel, posso até não curtir os Guardiões da Galaxia, mas para entender o próximo filme – acho que do Thor – tenho que assistir tudo na sequencia.

Supergirl é uma fofa que participou do Glee, assim como o Flash, aliás. Ela é linda e doce e gentil e perfeitinha. Porém ainda estou na metade da temporada, e achei um tanto lenta. O vilão-mór é bobinho, e os que aparecem para atrapalhar o dia são sei-la. Ela tem um amigo nerd apaixonado por ela. E a moça é apaixonada por um cara que também não sei.

Enfim. Depois que assistir toda a temporada, conto minhas impressões finais.

Já o Legends of Tomorrow ainda estou no terceiro episódio, mais difícil ainda de opinar, porém achei meio que um desperdício de super-heróis porque acaba que nenhum aparece muito. E tudo de legal de cada um, meio que se perde nos episódios.

Veremos.

O lance mesmo que é os seriados são de super-heróis bacaninhas, que cometem erros, pensam demais, e são derrotados vez ou outra. E tem o ponto certo de violência e planos nem tão mirabolantes assim.

Eu curto sem moderação, porém não entro nos dramas se está seguindo os quadrinhos ou não, porque afinal de contas, nerdice tem limites. 🙂

Mas recomendo os seriados, porque num país onde a política imita os seriados norte-americanos,eu prefiro lidar com seres que salvam o mundo. 😉

Anúncios