Jessica Brockmole

Tradução: Vera Ribeiro

Editora Arqueiro

São Paulo/SP – 2014 – 1ª Edição

DSCN9917.JPG

Este é outro que está indisponível, mas tem o e-book.

Trata-se de um romance que se passa em dois períodos: as duas grandes guerras! Mãe e filha vão contando sua história de amor, na verdade é mais a história da mãe e de como ela se apaixonou.

O interessante deste livro é a maneira com que as histórias são narradas: através de cartas trocadas entre a mãe e seu grande amor. E entre mãe e filha, além das cartas entre a filha e seu noivo ou namorado. Enfim.

O livro causa esta estranheza inicial, porque obviamente estamos acostumados com as narrativas lineares. Podemos até ter duas histórias correndo em paralelo, em tempos diferentes.

Mas somar a isso o formato das cartas?

Com o passar das cartas a gente começa a entender o que está acontecendo e principalmente, teremos vários narradores, e a história até singela vai se tornando mais forte e emocional.

O casal principal – da mãe – começa a tomar decisões difíceis e a gente vai pensando, e agora? E a guerra?

Claro que histórias de guerra tem desencontros, suspeitas de mortes injustas em campos de batalha, amores desfeitos, casamentos feitos no desespero do “talvez-nunca-mais-eu-te-encontre-vivo”, e neste caso, temos a II Guerra em andamento, então as cartas da filha também dão medo, porque vai que acontece alguma coisa com ela, ou com o noivo, ou com a mãe?

Um romance delicado e delicioso onde podemos nos desarmar dos desencontros mais básicos dos romances atuais.

Anúncios