J. K. Rowling

Tradução: Izabel Aleixo e Maria Helena Rouanet

Editora Nova Fronteira

Rio de Janeiro/RJ – 2012– 1ª Edição

DSCN9914.JPG

Primeiro livro da autora pós final da saga Harry Potter, também primeiro livro para adultos. Muita pressão para que o livro fosse memorável e tals.

Aliás, atualmente o livro físico está indisponível nas lojas, só e-book. 😦

Sinopse básica: em uma cidade pequena, morre um dos conselheiros da cidade, de infarto fulminante.

E pronto, é isso.

A história começa lentamente, com muitos personagens, a família, os amigos mais próximos, colegas de trabalho, adolescentes e pessoas que aparentemente não tem nenhum vínculo com o moço.

Como a cidade é pequena, todos os núcleos vão se entrelaçando de uma forma meio solta no começo, mas aos poucos, tudo vai fazendo sentido.

E a morte natural de uma pessoa até importante, mas nem tanto assim, vai abalando e mostrando as várias facetas de como um único evento pode abalar a vida de tantos.

Aí o equilíbrio frágil em que todos viviam vai desabando.

A autora faz um pouco como na saga do bruxinho, vai nos apresentando os detalhes bem devagarinho. A gente vai reconhecendo ali um fato interessante, logo mais outro que pode fazer diferença. Mas só começa a entender mesmo lá pela metade do livro o quanto todas as personagens estão envolvidas em seus mundinhos, e como tudo vai ser chacoalhado, justamente pelas atitudes dos menos importantes da cidade.

Vou falar que a leitura demorou a engrenar, estava sem paciência para entender as muitas relações entre os todos personagens, e qual era o grande problema de todos.

Mas aí que está, não há um grande problema, o que existe é um entrelaçamento entre todos por conta de um único que tinha acabado de morrer e como cada um reagiu a esta morte.

Livro interessante que mostra o talento da moça em nos contar uma historia bem aos pouquinhos, aumentando o interesse aos poucos. Crescendo a história devagar, para então nos prender totalmente a espera do final de cada um dos personagens.

Recomendo.