Norah Roberts

Tradução: 1/2 e 4 – Janaína Senna // 3 – Maria Clara de Biase

Editora Arqueiro

São Paulo/SP

1-Álbum de Casamento – 2013

2-Mar de Rosas 3-Bem-casados 4-Felizes para sempre – 2014

Onde comprar? Aqui: box com os 4 livros, lindão!

DSCN9388

 

Ainda na quarta-feira de cinzas, voltei pra casa e não resisti a uma releitura desta série fofinha.  Nossa autora romântica é bem eclética, e os livros são adoráveis. Aliás, este adjetivo é difícil de usar no dias de hoje, não é mesmo? Mas os romances de Norah Roberts são exatamente isso, adoráveis.

Esta série é bem anterior às outras das quais falei aqui, acho que foi a primeira que li desta autora. Vamos lá: são quatro amigas de infância, donas de uma empresa que organiza casamentos, e cada uma na sua especialidade, vai dominando a arte de organizar e apresentar uma festa de acordo com os sonhos dos clientes. Em paralelo, é claro, temos a vida pessoal e amorosa das moças se desenrolando.

Tenho carinho particular pela primeira história – da Mackenzie, a fotógrafa – a única que não fez faculdade e tem problemas sérios de relacionamento com a mãe, também se envolve com o mais fofo dos personagens masculinos.

No segundo livro, temos Emma-florista se apaixonando pelo arquiteto, que também é amigo de todas elas, e parceiro do irmão da Parker (do quarto livro).

O terceiro livro fala da Laurel, a confeiteira. e Parker cuida da administração de tudo, além de exercer a função de cerimonialista.

É bem bacana a relação das quatro amigas, que se conhecem na infância, e a cada livro vamos tendo uma visão das várias etapas da vida em comum das meninas. Assim como das problemáticas particulares de cada uma.

Li algumas resenhas que falam como os livros vão perdendo a força, mas não acho isso não. Cada livro segue o ritmo da personagem em questão. Mackenzie é uma moça com dificuldades para se relacionar, não sabe lidar com a mãe abusiva e tem vários momentos de mau-humor. Assim, o livro segue veloz nas decisões e soluções.

Emma é doce e romântica, lidando com as flores e com a família grande e amorosa. O livro apresenta várias situações de romance e paixonite entre o casal. Também já vai mostrando qual será a linha do terceiro e quarto casais.

Laurel seria a mais rancorosa, mas nem é de verdade. Assim como a Mackenzie, teve uma infância mais difícil, porém se tornou mais fria e fechada. Racional, por assim dizer. Assim como racionalmente vai montando suas receitas de bolo. Para quem gosta de confeitaria, vários momentos de fazer bolos, flores comestíveis e etc estão no caminho.

E por último, Parker, a menina rica e bem nascida, com cultura vasta e elegância extrema, acostumada a fazer tudo conforme um cronograma rígido, obviamente precisando de um parceiro que dê uma bagunçada nisso tudo.

Claro que o ponto fraco dos livros é essa perfeição das meninas, mas quem é que tá querendo um tratado sobre como os seres humanos podem ser maus.

Não não não. Quando a gente lê um romance, queremos mocinhas empoderadas porém românticas, fortes, decididas, realizadas e também gentis delicadas e bem vestidas.

Sim, a gente tem tudo isso nos livros. 🙂