Nora Roberts

Tradução: Janaína Senna

Editora Arqueiro

São Paulo/SP – 2016– 1ª Edição (O Par Perfeito)

IMG_5105.JPG

Os três livros estão à venda na Saraiva.

Aí para finalizar meu feriado do Carnaval, li estes três livros bonitinhos e fáceis. São romances, portanto não esperem uma literatura que a gente precisa sofrer para ler.

Mas tem vários atrativos, além dos casais simpáticos.

Vamos às histórias: o foco destes livros está em três irmãos – um arquiteto, outro administrador e o terceiro, empreiteiro. Sim, a arquiteta que vos fala sentiu o apelo.

Um Novo Amanhã começa pelo irmão mais novo, e sua relação com a cidade pequena em que mora, os irmãos, a casa que estão reformando para se tornar uma pousada, e claro, a coleguinha de escola por quem sempre foi apaixonado mas com quem nunca teve a menor chance.

A grande personagem das três histórias é a pousada e todas as decisões tomadas para finalizar a obra e inaugurar para o público. E tem um aspecto místico também: um fantasma que começa a se relacionar com Beckett – o irmão mais novo, e vai ficando mais próximo dos demais ao longo da série.

Mas o fantasma não é o personagem principal na história de Beckett e sim, sua relação de amizade e carinho para com a amiga Clare.

O segundo livro – O Eterno Namorado – vai contar sobre a finalização da pousada e sobre o romance de Owen, irmão do meio, e sua amiga de infância. Obviamente o terceiro livro – O Par Perfeito – fala do mais velho Ryder e sua paixão. Também temos a pousada já em funcionamento e o fantasminha camarada dando voltas pelo local, interferindo nas festas e na relação com os hóspedes.

As histórias são simpáticas e bem amarradas e, sem exigir muito, consegui torcer pelo sucesso da empreitada dos irmãos, e me envolver com as histórias paralelas de amigos, família e, também do fantasminha.

Mas o mais legal mesmo vou contar: tenho por hábito, pesquisar na internet sobre a cidade ou local onde se passa a história, para ter noção melhor do ambiente e tals. Além do mais, nos três livros tem um mapinha da cidade onde se passa a história, pedindo para eu ver no street view. Aí…

Aí que a pousada existe tal e qual nossa autora descreve. Inclusive itens de decoração. Na verdade, vários pontos descritos nos livros estão lá também, mas o legal da pousada é que se você entrar no site específico, consegue fazer um tour pelos quartos, e tudo o mais.

O que, na minha humilde opinião, dá o maior charme para a história.

Curti bem os livros, e me diverti no feriado. 😉