Karen Joy Fowler

Tradução: Angela Pessoa

Editora Rocco

São Paulo/SP – 2017

Você compra em promoção na Livraria Saraiva

 

IMG_4761.JPG

Por que eu quis ler este livro? Porque fala da Jane Austen (amo!) e porque o filme é fofo.

Antes de falar do livro, deixa eu divagar um pouco… Assisti o filme há séculos, então lembrava mais ou menos, mas a memória da leveza e simultânea profundidade das discussões dos personagens, somada à ideia do clube do livro, quando pessoas combinam de ler um livro para depois discuti-lo… Todos os conceitos muito caros para mim.

Assim quando lançaram o livro, corri comprar.

Mas… Sempre tem um mas. Veja bem, algumas vezes, o filme é tao legal que o livro decepciona. Não é que não gostei, é o que filme é mais dinâmico.

Aconteceu com outros filmes, do mesmo estilo, meio drama meio romance… São raros… 99% dos livros são melhores que os filmes.

Enfim.

O livro fala de amizades e amores. Cada mês é um livro da Jane Austen, e a vida e mazelas do anfitrião da noite, tudo é colocado em pauta para o leitor. Também vamos conferindo as relações entre os personagens e suas relações com amores e pessoas que não estão no clube do livro. Possíveis romances, um divórcio, brigas. E assim vai.

O que senti falta?

Do meio para o fim, o livro vai perdendo a força e o ritmo, e acaba meio forçadamente. As soluções são apresentadas assim, sem explicação.

A gente fica com gostinho de quero mais. Conta mais do namoro que surgiu? E a moça que se interessou pelo aluno adolescente, cade? A senhorinha que casou varias vezes, comassim? E no caso das brigas de relacionamento, cadeeeee?

Inclusive em relação às discussões sobre os livros da Srta Austen, perdem caráter e força. E há tanto para se falar dos livros, tanto que tem em comum com nossas vidinhas mais ou menos.

Enfim. Enfim.

Temos um livrinho fácil de ler, nada grandioso.

Conselho: assista o filme só depois. 😉

Anúncios