dois livros da mesma autora: Taylor Caldwell:

O grande amigo de Deus – a História de São Paulo
Editora Record – RJ – SP
2009

Médico de Homens e de Almas – a História de São Lucas
Editora Record – RJ – SP
2011

bem, bom, bem.
os livros são gigantes. ambos.
o primeiro, ganhei no natal do ano passado e demorei horrores pra começar a ler, para querer ler.
porque não sou super fã de Paulo, o apóstolo dos gentios.
das cartas fortes para as igrejas cristãs que se firmavam no seculo I.
do carater intempestivo que estas cartas demonstravam, assim como da erudição evidente.
Paulo era homem culto, cidadão de Roma, judeu fervoroso. ciente e seguidor da Lei.
defensor supremo de um Deus bravo e inacessivel.
misógino.
de tudo que já li sobre a Biblia e o Novo Testamento, muitas teorias afirmam, Paulo foi um dos precurssores da opressão à mulher.
mesmo após o encontro com Jesus, em pleno deserto, Paulo demorou a entender que a mensagem era muito mais ampla, sábia e bonita do que salvar homens.
Jesus veio para ensinar o Amor à humanidade. ponto.
homens, mulheres, crianças, animais, flores e raizes.
tudo.

e Paulo, relutante mas acabou por compreender e aceitar algo que estava muito além.
o livro é lindo pelas descrições dos lugares, dos costumes judeus, das comidas e bebidas e tradições milenares.
os momentos em que Paulo quase conhece o Homem também são delicados e doces.
claro que a ficção vem forte nas explicações a respeito da personalidade e demais fatores da vida de Paulo, mas me permitiu fazer as pazes com ele.

Vou falar que o segundo livro foi mais facil, primeiro porque li durante as viagens de ida e volta, entre cidade de nascença e cidade de viver.
também mais facil, porque a historia do gentil, educado e iluminado Lucas, é muito mais doce e cara para mim.
maior identificação.
Paulo também foi um iluminado, claro, Jesus o amou e o acolheu, o escolheu. e seu trabalho foi incrivel.
Mas sua furia. sua busca insana e agressiva lembram-me demais de mim. de como eu era antes.
até os trinta e poucos era assim, uma guerreira sem batalhas.
descontando no mundo as frustrações de uma vida sem grandes espectativas. Numa busca louca.

depois de tanto sofrer, de ser traida tantas vezes por pessoas q me foram tão caras, fiquei vazia.
como Lucas, perdi a vontade de lutar.
perdi a vontade de tudo, na verdade
seu vazio, sua busca por algo que sequer sabia, encontraram ecos dentro de mim.
também as descrições são maravilhosas, e a vida deste grego, criado por um romano.
Lucas tinha tudo que um homem pode querer, em qq época ou lugar.
Rico, culto, inteligente, bonito e desejado por homens e mulheres que conheceu.
a familia amorosa.
mas ainda assim foi um solitário, que percorreu o mundo tentando salvar, tentando ajudar. tentando fugir de sua missão como apóstolo.
Assim como Paulo, Lucas foi escolhido depois.
Não conheceu Jesus, e escreveu o seu evangelho a partir do que ouviu dos outros.
sua bondade, generosidade e conhecimento já eram conhecidos. e tinha o dom da cura.
também conhecido, Lucas realizou muitos milagres em nome do Pai.
assim como os demais apóstolos.

quisera eu ter percorrido os mesmo locais em q Jesus passou, como ele o fez.
certamente aquela região onde está o berço das maiores civilizações antigas, tem uma energia latente.
foram os gregos, os romanos, os judeus, e antes os babilonios, os egipcios…
muita informação, muita simbologia que até hoje.
mesmo após tantas gerações permanecem em nossa cultura. em nosso coletivo.

Bom.
voltando aos livros: o que não gostei…
são longos demais. podia ter rolado uma resumida né não?
e olha! eu gosto muito mesmo de ler.

outra: colocar Jesus e Maria, como pessoas loiras de olhos azuis, brancas e palidas também é demais para mim. ocidental demais.
eles nasceram em uma região em que os loiros eram meio raros… mas enfim.
outra!!! Maria teve filhos com José, após Jesus. Fala-se disso na Biblia. e cadê eles gente!
não, Maria está só. e prontocabô! ah francamente, já q vai escrever, pelo menos segue a Biblia né.

vale a pena ler sobre esses moços porque temos que nos lembrar que nao foi a crucificação o mais importante da vida de Jesus, mas sim sua mensagem de amor, de paz, de união.
algo que o ser humano esquece o tempo todo.

acho que é isso. os livros são legais sim.
também serve para aprender.
a domar as frustrações.
a aceitar e tolerar o proximo.
a ama-lo como a si.
a amar.
amar.

Anúncios