helena de tróia
margaret george
tradução william lagos
geração editorial 2009

o livro é um calhamaço de quase 750 paginas.
e vale a pena, porque fala de mitologia grega, nos coloca o ponto de vista da “mulher mais linda do mundo” ou o “rosto que atraiu mil navios”.

nos fala do nobre heitor e do tolo páris.
de afrodite, atena e poseidon.

e de amor, ah! o amor, o desejo… paixão.
e, afinal de contas, não é isso que faz o mundo girar?
para quem gosta de historias de guerra, não é um bom livro.
pois o tempo todo helena nos apresenta detalhes de sua vida, alguns bastante prosaicos outros sublimes.
nada de especial.
eu teria resumido beeem este livro, mas ainda assim, para quem curte a historia em si, vale a pena.
porque não se perde nas grandes batalhas nem nos mitos.
mas no cotidiano da vida de helena e dos troianos.
tudo de forma bastante verossimil.

mas apesar de ser um livro lindo, e triste.
é também um livro dificil, por ser muito longo, tanto quando a propria guerra de tróia.
e dolorido porque como em toda guerra, as mortes são inuteis.
e os homens dispensaveis demais no contexto da historia da humanidade.

visualizando a historia de helena sabendo do fundo politico, do sentido da historia, do significado dos mitos…
enfim.
tudo muito sutil e ao mesmo tempo evidente.

não tenho mais o que dizer.

filosoficamente.